Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caderno Aberto e um Lapis a Carvão

Textos, Pensamentos e opiniões

Sobre mim

Ora, falar sobre mim..... não sei. Bruno é um nome fictício, pois quero estar no anonimato. Neste blog publico disparates disparatados, muitas parvoíces e opiniões. Com ele, pretendo divertir-me sem intenção de magoar alguém....

Memorando

por Bruno, em 18.01.17

Naquela noite estavas estranho – não sabia porquê – por várias vezes te preguntei; silencio, continuaste calado e sonâmbulo, olhavas para longe: para algo distante, submerso infinito.

Toquei-te, baixaste a cabeça, caíste, num choro convulsivo porque sabias – que seria – assim.

 

Estavas a morrer: e tu sabias disso! Não me querias contar, já sabias, que ia reagir simplesmente assim; não precisavas de me esconder – acredita que não – não te deixo, sabias disso?

 

Estavas triste (naquela noite), e nos teus olhos, não querias falar…

 

Agora, nesta fase, não vou deixar-te sozinho. Vou estar aqui: só para ti nesta fase, da tua doença, que é terminal. Aqui, sozinho não te deixo, vou estar aqui para ti – porque te amo demasiado – porque não vou desistir nunca, mesmo que penses, que sim: vou lutar contigo assim, neste abismo.

 

Até ao fim.